PROMOÇÃO: HOTÉIS, POUSADAS E OUTROS SERVIÇOS TURÍSTICOS NO ESTADO DE SUCRE

 

 

 

PUBLICA NAS TUAS REDES SOCIAIS

 

 


CASTELO "SAN ANTONIO"

 

 

 

Existem documentos que são testemunho fiel de que o processo de construção foi durante a segunda metade do século XVII.

Não há nenhuma precisão de quando começou a construção do Castelo de São Antonio, no entanto, existem documentos que são testemunho fiel de que o processo de construção foi durante a segunda metade do século XVII. Foi construído para proteger os habitantes das constantes incursões de piratas.

Esta fortaleza militar da colônia, está localizada no cerro Pão de Açúcar ( Pan de azúcar) desde onde domina a cidade e por sua vez, pode-se observar as águas azuis do Golfo de Cariaco e a Península de Araya. Foi a mais importante fortificação que protegia a Cumaná, com forma de estrela de quatro pontas, cada uma das quais dirigida a um ponto cardeal. As paredes deste castelo têm 2 metros de espessura e conta com túneis e passagens que o conecta com a cidade.

Neste forte esteve prisioneiro numa das suas estreitas celas e quase sem iluminação, Gral. José Antonio Páez em 1851 para tentar derrubar o governo de Gral. José Tadeo Monagas, situação que resultou no declínio da carreira política do herói “llanero” ( individuo que vive na porção plana central da Venezuela, conhecida como “El llano”).

O terremoto de 17 de janeiro de 1929 produziu sérios danos à sua antiga estrutura, já danificada pelo terremoto de 14 de julho de 1853. Este terremoto acabaria por destruir a velha casa de palha e barro, que serviu como residência da guarda, localizada no terraço. Em 1906 o então presidente da República, Gral. Cipriano Castro visitou Cumaná e ordenou o seu engenheiro de reparação Don Bartolomé Milá de La Rca Himiob, engenheiro do então estado Bermúdez hoje do estado de Sucre. Sobre as antigas muralhas coloniais construíram um segundo corpo de paredes com suas torres, ameias e outros ornamentos da arquitetura militar, este foi inaugurado em 23 de maio de 1906.

Os danos causados pelo terremoto do ano 1929 foram extremamente graves. O engenheiro cumanês Jesús Salazar Boada reparou os danos em 1956. Salazar foi capaz de restaurar as paredes e corrigir outros danos estruturais. Com seu eficiente trabalho conseguiu que o castelo deixasse de ser um conjunto de ruínas e entulho.

O castelo foi instituição militar até 1945, quando foi construído o quartel José Antonio de Sucre, agora residência da força armada e do comando militar da cidade. Atualmente é uma joia que mantém a cidade com muito zelo para os moradores e visitantes, conta com guias turísticos que contam a incrível história deste monumento.

 

 

 

LOCALIZAҪÃO GEOGRÁFICA: CASTELO "SAN ANTONIO"

 

 

 

 

 

 

GALERIA DE FOTOS CASTELO "SAN ANTONIO"

 

 

 

 

 

OUTRAS ATRAÇÕES TURÍSTICAS NA CIDADE DE CUMANÁ

 

 

 

MUSEU "GRAN MARISCAL"
Este edifício foi construído em 1945, a sede do antigo Conselho Municipal. Foi declarado Museu em 1974 para a celebração do sesquicentenário da batalha de Ayacucho. Lá é exposto tudo o relacionado com a vida e obra do...
CASTELO "SAN ANTONIO"
Não há nenhuma precisão de quando começou a construção do Castelo de São Antonio, no entanto, existem documentos que são testemunho fiel de que o processo de construção foi durante a segunda metade do...
MUSEU "A. E. BLANCO"
A casa Natal do poeta Andrés Eloy Blanco, é patrimônio da cidade de Cumaná. Ela foi restaurada, preservando suas características originais. Tornou-se a casa de cultura e Museu da cidade, que incluem...
CASTELO "SANTA MARÍA"
O segundo edifício defensivo foi com que contou a provincia de Nova Andaluzia (Cumaná). Construida pelo Sargento-mor Sancho Fernández Angulo e Sandoval, governador e capitão da província. O trabalho...
"CONV. SAN FRANCISCO"
Ruínas do edifício de tipologia religiosa, declarado monumento nacional, de acordo com a resolução publicada no boletim oficial N ° 26.320 datada de 2 de agosto de 1960. Está localizado ao sul do centro histórico da...
IGREJA "SANTA INÉS"
O templo foi construído entre 1862 a 1866. No entanto, sabe-se da existência da igreja paroquial (1704) e a Capela de Carmen que precedeu o templo no mesmo; e de acordo com dados históricos, foram...

 


SUCRE, UM TESOURO DESCOBERTO